Por que é tão difícil encontrar nosso propósito?

Propósitos são sonhos amadurecidos. Para encontrá-lo é preciso resgatar suas paixões.

 

Você se lembra de quando tinha 10, 12, 14 anos? Quais eram suas aspirações? Se você não se recorda, te convido a fazer um esforço e voltar no tempo. O que você fazia além das obrigações do colégio? Brincava na rua, lia livros, jogava videogame, assistia a todos os programas de TV? O que te empolgava e o que te dava preguiça? Relembre estes momentos e repare: o que você gostava de fazer naquela época provavelmente também te dão prazer atualmente. E são nestas lembranças que está a fonte mais rica dos nossos propósitos.

Quando ainda somos crianças, além das obrigações impostas pela idade, dedicamos a maior parte do tempo alimentando nossos sonhos, seja na imaginação, nas brincadeiras ou nas relações que criamos. Nossa motivação não tem produtividade, nem apresenta resultados concretos.

Para um adulto distraído parece até uma bobagem de criança, mas este é um momento único que irá permear toda a vida futura. Nas brincadeiras e pensamentos infantis são plantadas as sementes da paixão, que depois serão cultivadas e frutificadas em sonhos. Estes, por sua vez, criam raízes e nos acompanham durante toda a idade adulta.

Por outro lado, se os sonhos não crescem e não se desenvolvem, também não se transformam em árvores. E aí que passamos a vida procurando uma semente no meio do descampado. Imagina o quanto é difícil.

Uma criança que cuida bem dos seus sonhos é capaz de transformá-los em raízes profundas que irão crescer internamente e se transformar em uma árvore frondosa, fácil de encontrar.

Encontrar nosso propósito é seguir o rastro da nossa vida e reencontrar com nossas antigas paixões. Na minha pesquisa para O Pulo do Gato Empreendedor©, a Paixão foi um dos princípios mais citados por empreendedores e especialistas, o que a define com o ponto de partida para que possamos encontrar nosso verdadeiro propósito e seguir nossa jornada de alma.

Fonte: www.administradores.com.br